Boletim 274 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Direto de Curitiba – 20/11/2018 – 228º Dia de Resistência 19h50

1. A Vigília Lula Livre celebrou hoje o Dia da Consciência Negra rememorando as conquistas que a população afrodescendente do País obteve durante os governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Os avanços, com a implementação de diferentes políticas públicas, foram enumerados por Luiz Carlos dos Santos, militante do movimento negro e diretor da APP-Sindicato, que congrega os professores da rede pública estadual paranaense. Ele lembrou que o Brasil tem a segunda maior população negra do mundo, atrás apenas da Nigéria e, mesmo assim, essa parcela da sociedade está praticamente invisível nos espaços de poder. Saiba mais: http://www.pt.org.br/vigilia-lula-livre-rememora-combate-ao-racismo-nos-governos-do-pt/

2. No Dia da Consciência Negra, é importante lembrar que foram os governos Lula e Dilma os que mais intensificaram relações diplomáticas e econômicas com países africanos. Em abril de 2005, Lula visitou a Ilha de Gorée, na costa do Senegal, local de onde africanos escravizados eram transportados para a América. E foi lá, em evento histórico, que Lula tornou-se o primeiro presidente do Brasil a pedir “perdão pelo que fizemos aos negros”. Mesmo depois de deixar o governo, o ex-presidente seguiu sua relação de parceria e cooperação com os países africanos por meio do Instituto Lula. Leia mais: http://www.pt.org.br/lula-foi-unico-presidente-a-pedir-perdao-por-escravatura-na-africa/

3. Em nota, o advogado do ex-presidente Lula, Cristiano Zanin Martins, rebateu matéria “com o claro intuito persecutório” publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo no dia 18 sobre visitas recebidas pelo ex-presidente em quase oito meses de prisão arbitrária. O jornal distorce a notícia, como se Lula tivesse algum privilégio. Zanin afirma que as visitas cumprem estritamente as regras estabelecidas pelo juízo da execução penal. No período, foram inclusive negadas visitas de governadores, de um assessor do Papa e do cantor inglês Roger Waters. Leia mais: https://lula.com.br/nota-visitas-a-lula-cumprem-estritamente-regras-do-juizo/

4. A luta pela igualdade racial e contra o preconceito foi tema de uma roda de conversa à tarde na Vigília Lula Livre. “Os avanços que tivemos aconteceram nos governos de Lula e Dilma. Lula foi um guerreiro na luta do povo negro. Então, por Lula, por Zumbi dos Palmares, vamos continuar na luta”, afirmou Haidê Maria de Jesus, militante do movimento negro e dirigente do PT no Paraná. “Temos que resistir e vamos resistir. O povo negro vai ser combatente, vai ser forte e vai mudar a atual conjuntura”, disse Haidê.

Boletim 274 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia
Direto de Curitiba – 20/11/2018 – 228º Dia de Resistência 19h50

Foto: Ricardo Stuckert