A Expulsão do PT do Bloco de Lutas

Acabei de ler a nota que proclama a expulsão dos traidores (as) do PT do Bloco de Lutas. Dá para defini-la numa única palavra: patética.

Chama a atenção que os motivos elencados para a expulsão de filiados do PT do Bloco, nos termos do edito de excomunhão, poderiam ter justificado a exclusão dos petistas desde antes mesmos da criação do Bloco posto que, dizem respeito a uma critica a posturas que o PT, segundo alguns, desenvolve a pelo menos uma década.

Igualmente, ressalta o destempero e a adjetivação da bula papal eis que, agora ao PT é reputado o genocídio, ou seja, o extermínio físico, o assassinato de indígenas e quilombolas. No caso, estamos na presença de delírio adjetivante a lembrar os éditos de excomunhão que o Pravda e os jornais dos partidos comunistas estampavam acusando os dissidentes de serem agente do fascismo, espiões da CIA , etc.

Da nota e da excomunhão fica a sensação que os aprendizes de Torquemada, ao realizarem uma faxina ideológica no Bloco de Luta mais que baixa capacidade de conviver com a diferença na verdade, desejavam livrar-se da incomoda presença de lutadores sociais que não rezavam conforme seu credo para, desta maneira poderem adonarem-se do movimento e através dele realizarem a prédica de suas verdades salvadoras e fazer conversões à seus credos.

Aliás, segundo me recordo, a uns dez anos alguns dos autores intelectuais da bula de excomunhão defendiam a expulsão dos professores petistas do comando de greve do CPERS de vez que a época o PT estava a frente do governo do estado. Como se vê, nada de novo.

Uma lástima que o Bloco encerre assim sua história como movimento plural e democrático.

De suspeitar que o episódio tenha se encerrado enquanto farsa dado a que os Torquemadas de plantão não tenham em suas mãos o “poder popular”. Se o tivessem, é de cogitar da existência dos processos de Porto Alegre com sua corte de julgamentos, confissões e fogueiras purificadoras a iluminar as noites da capital.

Patético e melancólico.

Lúcio Costa – Secretário de Assuntos Internacionais do PT/RS