NOTA PARTIDO DOS TRABALHADORES

Fonte: site do mandato

A Direção Estadual do PT do Rio Grande do Sul repudia a ação violenta e criminosa que parlamentares e assessores de partidos da extrema direita brasileira passaram a exercer sistematicamente no âmbito do parlamento, lugar institucional do regime democrático da Constituição Federal de 1988.
A Deputada Federal Maria do Rosário é a expressão visível de um campo democrático que não se atemoriza tampouco se intimida perante essa política de violência cujo o objetivo seria eliminar a resistência das classes trabalhadoras, das mulheres, dos jovens, povos indígenas e da população negra.
Não obterão resultado. Espelhados em Benedita da Silva, que resiste e denuncia com sua voz negra e forte o racismo, e Maria do Rosário, milhões resistem nas ruas ao crescimento do neoliberalismo e do neofascismo no Brasil. Exigimos a punição dos agressores e a manifestação clara da mesa da Câmara em defesa da Constituição Federal.
Não passarão.

Comissão Executiva Estadual
Porto Alegre 20 de novembro de 2019
Dia da Consciência Negra