Senador Paim recebe o carinho do público na Feira do Livro de Porto Alegre

Aproximadamente 500 exemplares da obra “Pátria somos todos” foram autografados por Paim  e distribuídos para um público  ávido de um abraço do senador.

Um fila que chamava a atenção pela extensão e pelos 30 minutos de espera. mas isso não intimidava as pessoas  que queriam não apenas receber um exemplar da obra “Patroa somos todos”, mas também abraçar e agradecer Paim por suas lutas travadas durante todos esses anos no Congresso Nacional.

Pessoas conhecidas como o colega de chapa majoritária Miguel Rossetto ou então recicladores de lixo da Arevipa (Associação Ecológica dos Recicladores das Vilas dos Papeleiros) eram tratados como iguais pelo senador que definiu  o evento com um dos melhores que já participou “senti o carinho de todos. Foi uma tarde de muitas alegrias. Cada vez que participo de atividades como essa, volto com as energias renovadas para enfrentar o bom combate no Senado”.

Autistas – Uma das pessoas beneficiadas por tantas leis apresentadas e aprovadas por Paim (ele afirma que são mais de 1000 projetos e destes 100 viraram leis) é Simone Dicke que faz parte da direção da ACAA – Associação Canoense Autismo. “Meu filho é autista e Paim é o pai  e a Berenice de Piana  é a mãe da lei que fez com que os autistas existissem e fossem vistos pela a sociedade. “Também atuei no CRAS em Canoas e antes dessa leis os autistas não existiam para os governo e para a sociedade” afirmou Simone.

Ativismo social – O procurador do Estado e ativista jurídico na área dos direitos sociais Jacques Távora Alfonsin  e Matilde Cechin (irmã do falecido Frei Antônio Cechin) concediam entrevistas para blogueiros das redes sociais enquanto aguardavam na fila de autógrafos. Eles representam o trabalho realizado para uma comunidade carente que tem uma atenção especial por parte dos senador. Recentemente Paim visitou a as associação de recicladores na Vila dos Papeleiros e também na Ilha dos Marinheiros. Paim se emocionou com as condições de trabalho dessas pessoas que muitas vezes não tem o  seu trabalho reconhecido pelo poder público. Os recicladores também estavam na fila e presentearam Paim com uma miniatura de carrinho  que são puxados pelas ruas da das cidades por estes trabalhadores.

AERUS – João Pereira e Celso Klaeke representavam a luta de Piam na questão AEROS. “Paim foi muito combativo, foi essencial na resolução da questão” Eles se referiam as questões trabalhistas que se alastraram por muitos anos e que envolvia aeroviários das extintas empresas Varing, Vasp e Transbrasil. Além dele,  pessoas anônimas como Maria de Lourdes Pinto e Gabriela Melo atuam na área de telemarketing, esboçavam largo sorriso após abraçar e beijar o senador que para elas representa a classe trabalhadora. “Ele briga pela gente. Ele é o único político que defende trabalhadores ” afirmavam as duas que levaram para a casa o livro que iam começar a ler ainda no mesmo dia.

 

Rubem Pires Junior – MTb 9310/RS – Fone (51) 98478 1393 Fotos: Lutiana Mott – 18.11.2018