São Leopoldo reivindica a retomada das políticas voltadas às mulheres

O candidato a governador pela coligação Por um Rio Grande Justo (PT/PCdoB), Miguel Rossetto, cumpriu agenda de campanha nesta quarta-feira (26/9) em São Leopoldo. Acompanhado da candidata a vice-governadora, Ana Affonso, ele participou de uma roda de conversa com líderes comunitárias feministas na Vila Brás. Ao final do encontro, centenas de militantes realizaram uma caminhada pelas ruas do bairro.

Na roda de conversa, as líderes comunitárias apresentando uma série de reivindicações ao candidato, além de denunciar o desmonte das políticas do governo voltadas às mulheres como a Patrulha Maria da Penha, a extinção da Secretaria de Políticas para as Mulheres, entre outras ações.

Jéssica de Morais, 27 anos, moradora do bairro Arroio de Manteiga, São Leopoldo, perguntou a Rossetto quais as propostas da coligação para combater o desemprego, que atinge ainda mais as mulheres, em sua maioria chefes de família. Rossetto e Ana reafirmaram que as políticas para as mulheres terão papel central no governo. “Vamos ampliar o número de delegacias especializadas da mulher e retomar as patrulhas Maria da Penha. Os números da violência contra a mulher são inaceitáveis. Além disso, vamos investir em saúde integral à mulher, com atendimento regionalizado, bem como políticas de emprego e renda para a mulher. Afinal, não é justo que as mulheres recebam menos que os homens para exercer a mesma função”, disse o candidato.

Texto: Marcelo Nepomuceno

Foto: Ubirajara Machado

Mais fotos: https://www.flickr.com/photos/158904161@N07/albums/72157673870663698